domingo, 9 de janeiro de 2011

Diário Dos Meus 60 Anos: Desacato X Cidadão.

Delírios de Mim Mesma.


Vim  do futuro pra conversar comigo no presente!!!

Hoje entrei num hospital e vi que tinha vários cartazes que diziam que desacatar um funcionário público no exercício da função pode pegar de seis meses a dois anos ou multa.
...

Uma hora e meia se passou e ainda não fui atendida. Disseram que não tem ninguém para bater o meu raio-x. Estou com febre, diagnosticada com dengue e sentido muitas dores no peito, mas parece que ninguém está me vendo...

...

Duas horas se passaram, pensei em me levantar e brigar com alguém para ver se era notada, mas vi ainda mais cartazes espalhados. Sinto dor, sinto a ameaça expressa naquelas palavras e me sinto impotente.

Foi Então que eu quis saber que raio era o “desacato” que ali parecia maior que eu, maior que todos nós que somados éramos mais de 300 naquela sala.

...

Três horas se passaram e finalmente consegui ser atendida.Cheguei antes das 10h e saí às 13h, ainda com muitas dores e com a ideia fixa de descobrir por que aquela palavra pesava tanto ...

...

Agora eu sei o que é o tal do “desacato”, e descobri que qualquer coisa que eu tivesse feito seria perdoável pelo tanto que eu fui desacatada.

Agora preciso saber por que lá só mostraram minha pena caso eu os tivesse desrespeitado!

Porque não mostram, por exemplo, que pessoas com idade igual ou superior a 60 anos tem atendimento preferencial imediato e individualizado?

Porque não mostram que recusar, retardar ou dificultar atendimento ou deixar de prestar assistência à saúde, sem justa causa, constitui crime punível com reclusão de seis meses a um ano e multa.

Porque não avisam também que sou amparado pelo Código de Defesa do Consumidor onde nos artigos 3º e 20º dizem que meu fornecedor é qualquer pessoa física ou jurídica, PÚBLICA ou privada e que são obrigados a fornecer serviços adequados, EFICIENTES e seguros, sob pena de multa?

Porque não avisam que o Art. 37 da Constituição Federal recomenda a administração pública direta e indireta obedecer aos princípios da Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e EFICIÊNCIA?

E olha que ainda tem o Código de Ética do Servidor Público que procura colocar cada um no seu lugar.

Diante da enormidade de leis que me amparam como idosa, como consumidora e como cidadã gostaria de saber por que diabos colocam esses cartazes sem vergonha, quando na verdade a desacatada sou eu?



Nenhum comentário:

Postar um comentário